quarta-feira, 27 de maio de 2009

O Senhor e o seu povo escolhido

“EU VOS TOMAREI POR MEU POVO E SEREI VOSSO DEUS; EVÓS SABEREIS QUE EU SOU SENHOR VOSSO DEUS.” (Exodo 6.8)
Coisa maravilhosa o que estamos lendo neste texto acima. O Senhor do universo, o Deus de todas as coisas, o Criador onipotente, oniciente e onipresente, declara solene e indiscutivelmente que aquele povo que tirara do Egito, aquele povo tão errante e fugido, era e “seu povo”, e mais enfático ainda, diria, e “eu serei o vosso Deus”.
Há muitas verdades da Palavra de Deus que nos são transmitidas através da fé cristã, da vida devocional, do estudo bíblico semanal, das mensagens pastorais, e que de tanto ouvirmos se tornam tão próximas de nós, que por costume e hábito, passamos a não dar a elas o valor que deveriam ter. São coisas tão preciosas das quais nos apropriamos de maneira tão tranquila e fácil, que não temos muitas vezes oportunidade para avaliar os seus significados maiores e profundos e, por isso mesmo, dar-lhes o devido valor.
Uma delas é esta afirmação do Senhor Deus que hoje tiramos da Bíblia. Ele nos declara que somos dele. Que somos povo dele. Que somos criaturas dele. Que somos gente dele, pessoas dele. Ou seja, todos nós, qualquer um de nós que nos dizemos crentes em Cristo Jesus, com nossas fraquezas e virtudes, com nossos acertos e erros, não importa, somos dele.
O que é bonito nisso é que não foi Moisés quem rogou para ser povo dele. Não foi Israel que implorou para ser considerado povo dele. Foi o Senhor, Eterno e imutável, que veio ao encontro de Moisés e daquele povo e, finalmente a toda a humanidade que crê nele, que diz: “sois meu povo.” Estamos vivendo para honrar a esse Deus tão Maravilhoso que nos escolheu para sermos dele? Será que o mundo tem percebido a marca desta possessão em nossas vidas? Será que o Senhor está satisfeito com os nossos procedimentos?
Queridos irmãos, nos esforcemos para vivermos com o mais alto padrão de moralidade que possamos ter. Busque a força em Jesus Cristo e encontrarás!
Pr. Marcus Paixão

Um comentário:

  1. gostei mesmo dessa mensagem. Deus é fiel!

    ResponderExcluir